Neste 21/04/2020, a Microsoft iniciou uma nova era com o WSL – o Windows Subsystem for Linux. O sistema agora permite o suporte nativo a programas com interface gráfica de usuário (GUI), com suporte a aceleração de hardware por GPU.

Com o WSL, já era possível executar apps de linha de comando do Linux no Windows 10, porém, agora programas com interface gráfica também irão funcionar.

A solução do subsistema é: quando um programa do Linux com GUI é executado, o Windows carrega apenas os recursos necessários para que ele se comunique com o shell gráfico, como o X Server. Então, a experiência não será semelhante a rodar por exemplo o Ubuntu ou alguma distro Linux, e sim a do programa em si.

Além da novidade, a Microsoft também habilitou o suporte a gráficos 3D acelerados por GPU utilizando o OpenGL, além de acesso a áudio e microfone nativos.

Para rodar os aplicativos gráficos do Linux no seu Windows, será preciso instalar a build 21364 ou superior do Windows 10, disponível apenas para quem participa do programa Insider, rodando o comando “wsl –install” (ou o comando wsl –update caso você já possua a versão anterior do WSL).

Categories: BlogNews

Bruno Grange

A software passionate and enthusiast coder. More at grange.com.br