A AWS abriu um novo capítulo na história da sua computação em nuvem. Durante a palestra da manhã desta terça-feira, dia 1 de dezembro de 2020, na re: Invent 2020, o CEO da pioneira em cloud, Andy Jassy, trouxe uma inovação de impacto ao mundo.

São o ECS Anywhere e EKS Anywhere – duas novas versões de contêineres gerenciados da AWS e serviços Kubernetes gerenciados, ambos projetados para data centers de clientes – que podem ser usados ​​para gerenciar aplicativos em execução na Microsoft Azure e Google Cloud.

Este é um passo importante para a AWS, que só reconheceu a existência de outros provedores de nuvem nos últimos anos. Líder com folga no mercado de serviços de infraestrutura em nuvem, a AWS só recentemente aceitou o fato de que seus clientes desejam opções para gerenciar aplicativos na AWS e em sua própria infraestrutura.

Na verdade, Jassy não mencionou a palavra “multicloud” durante seu discurso de abertura. Mas fica claro a noção que há um interesse crescente em estratégias multicloud entre os recém-chegados à nuvem, apesar da complexidade envolvida devido aos temores de aprisionamento.

Não parece que o ECS Anywhere e o EKS Anywhere oferecem o mesmo grau de suporte para implantações multicloud como Azure Arc ou Google Anthos, que foram projetados para serem ferramentas multicloud amigáveis ​​ao usuário. E de acordo com a postagem do blog de lançamento do ECS Anywhere, “a capacidade de suporte dos cenários do ECS Anywhere no momento da disponibilidade geral pode ser artificialmente limitada devido a outras restrições”. Aguardemos por detalhes em 2021.

Categories: BlogNews

Bruno Grange

A software passionate and enthusiast coder. More at grange.com.br